“I need my paddles!” — Dustin Henderson

Acreditamos que a troca de conhecimentos e experiências é o que faz a vida ter sentido, a curiosidade é o grande motor que faz nossa espécie encontrar caminhos que desrespeitam as fronteiras dos nossos limites biológicos e nos permite explorar distâncias cada vez mais impensáveis.

“erro erro erro, teimosia … falta de noção” — Lívia Ascava

Trabalhamos voluntariamente há 6 anos para uma instituição estranha chamada Ônibus Hacker, que promove essas trocas de conhecimento por meio de viagens. Ela é um ônibus antigo cheio de ferramentas para ações em espaços públicos, e organiza suas viagens usando um modelo aberto e acessível de chamadas públicas via internet. Por ser um ônibus esta instituição exige um trabalho constante e custoso de manutenção, e a qualidade e frequencia dessa manutenção é o que determina o quão frequente e o quanto ousadas podem ser essas viagens.

“Todas as histórias sobre o Ônibus são verdade.” — Pedro Markun

Desde a sua origem em 2011, numa campanha de financiamento coletivo, essa organização de governância caótica já passou por algumas poucas e boas, teve gente que casou, teve gente que separou, filhos, novas voluntárias chegaram, outras partiram, brigas, morte, perrengues, quebras, mais quebras, amarrações com arame, tanque furado, tanque vazio, pneu furado, pneu vazio, conta de banco furada, conta de banco vazia, alegrias, tristezas, crises, superações. Enfim, muitas emoções.

Queremos convidar você para fazer parte desse grupo e acreditamos que o modelo de assinaturas pode potencializar o alcance e o impacto do nosso busão.